Casa Sueli Carneiro
Luanda Carneiro Jacoel
Ação performativa dentro da Ocupação Sueli Carneiro no Itaú Cultural
Residência

Ancestralidade, memória e temporalidades

Residente: Luanda Carneiro Jacoel

A primeira residente da Casa é Luanda Carneiro Jacoel, estudante de mestrado em Performance pela Norwegian Theatre Academy, Noruega, além de filha de Sueli Carneiro. Sua pesquisa e prática artística investigam ancestralidade e memória numa perspectiva transtemporal de coexistência. O trabalho artístico é experienciado como um canal de diálogo entre abordagens teóricas e práticas, operando em correlação e ampliando as possibilidades da arte como fonte de conhecimento.

Durante o período de residência, a artista fez uma ação performativa dentro da Ocupação Sueli Carneiro no Itaú Cultural em dezembro de 2021, que resultou num vídeo performance e num ensaio de foto-performance. Essa ação performativa leva o nome: “Ancestralidade, memória e temporalidades”. É uma ação performática em diálogo com a história e o legado de Sueli, sua mãe. E ainda como parte desta residência está em processo o vídeo- performance que será realizado na Casa Sueli Carneiro, antes da reforma. A criação dos vídeos é uma parceria com Natália Carneiro, coordenadora de comunicação da Casa Sueli Carneiro.

Compartilhar