Casa Sueli Carneiro
Conheça nossos sites:

Ler o Brasil

O Ler é o Brasil é uma iniciativa voltada para pessoas negras que queiram ler e estimular a leitura da autoria negra para fortalecer suas comunidades. E tem como objetivo fortalecer lideranças negras em todo o Brasil, incentivar a leitura e o combate às fake news.

Ele é dividido em 3 etapas:

  1. um curso com pensadoras e pensadores negros;
  2. o impulsionamento 50 de grupos de leitura nas 5 regiões do país;
  3. a criação de 5 salas de leitura, também nas 5 regiões do país.

Grupos de leitura – Primeiro Ciclo

Entre junho e novembro de 2023, a Casa Sueli Carneiro apoiou 51 grupos de leitura em todas as cinco regiões do país. Esses grupos foram selecionados a partir de um edital divulgado entre as/os participantes do curso “Ler o Brasil” oferecido pela Casa Sueli Carneiro, que contou com aulas de Conceição Evanisto, Muniz Sodré, Edson Cardoso e Sueli Carneiro. Cada um desses grupos teve a oportunidade de solicitar dez exemplares de um dos títulos que fazia parte da bibliografia do curso.

A seleção dos grupos de leitura foi desafiadora, uma vez que recebemos 508 inscrições de pessoas, coletivos e organizações das cinco as regiões do Brasil. Selecionamos 51 projetos, sendo que 10 foram desenvolvidos nas regiões norte, nordeste, centro-oeste e sudeste; e 11 na região Sul. Aprendemos muito com os diferentes contextos e realidades regionais, tanto acompanhando os grupos, quanto no desafio logístico de enviar livros para comunidades que não são atendidas pelos correios e distribuidoras.

No total, distribuímos 510 livros, como você pode ver nesta lista. Também nos dedicamos à produção e disseminação de uma metodologia de mediação de leitura, recursos didáticos e ao acompanhamento pedagógico de quem facilitou cada um desses grupos de leitura.

Os grupos realizaram encontros regulares em cada um dos estados indicados no mapa abaixo. Escolas, parques, associações de bairro, centros culturais, terreiros de candomblé e umbanda, bibliotecas, escolas de samba e outros espaços representativos da nossa diversidade cultural e organização política acolheram os grupos de leitura.

"Além de disseminar localmente os conhecimentos compartilhados no curso Ler o Brasil, os grupos de leitura cumprem um papel importante de incentivar mais pessoas a desenvolverem hábitos de leitura e a conhecerem obras de intelectuais negras e negros de áreas e abordagens distintas".

Taína Silva Santos, coordenadora de projetos da Casa.

Após três meses de atividades, os grupos foram convidados a manifestar interesse em construir ou aprimorar salas de leitura em suas comunidades.

Confira, em imagens e depoimentos, como foram os encontros dos grupos de leitura:

Região Norte

“O grupo de leitura dentro do sistema prisional proporciona interação, socialização, movimentação corporal e expressão pessoal através da escrita criativa. Pois, nosso trabalho coletivo, perpassa a leitura, escrita, jogos teatrais para desmecanizar os corpos e um olhar sensível através da psicologia na proposição de atividades, como desenhos. Tudo para fortalecer as integrantes do grupo, e motivá-las. Sendo assim, nosso trabalho fortalece nosso público no âmbito da ressocialização, pensamento criativo crítico e valorização do pertencimento étnico-racial.”

Cláudia Marques de Oliveira

Região Sul

“Colaborou no fortalecimento de vínculos entre os participantes do grupo, que divulgaram a existência do Grupo de Leitura entre conhecidos e amigos. Joinville é uma cidade constituída majoritariamente por população branca que ainda perpetua o sistema colonial e padrão eurocêntrico e a difusão de autoras e autores negres só contribui para quebra desse pensamento hierarquizado que contribui para a manutenção de um sistema desigual. O Grupo de Leitura em andamento foi criado a partir de uma rede de amigos/as em comum que atuam em Coletivos e Militância na cidade e pretendemos levar as leituras e rodas de conversa aos locais que têm pouco acesso (Assentamentos e Comunidades Quilombolas).”

Clarice Acordi da Silva

Região Centro-Oeste

“O grupo intitulado “Samba-enredo é escrevivência?” possibilitou uma série de discussões sobre dimensões raciais, sociais e de gênero em um local que mesmo sendo um lugar social negro, por ser uma escola de samba, pouco as faz no âmbito prático da rotina de suas alas. Formado principalmente pela ala de passistas, o grupo de leitura permite um aumento de autoestima coletiva a partir da visão da mulher negra e uma difusão de referências importantes para letramento racial e ainda ouso dizer para a vivência na própria escola de samba.”

Desirée Figueiredo Carneiro

Região Nordeste

“O grupo de leitura segue colaborando com a nossa comunidade no sentido de fortalecer as narrativas negras e indígenas e estimular que adolescentes e jovens se interessem pelo ato da leitura além de contribuir para o letramento racial e identitário dos nossos membros participantes”

Polyana de Ruas Silva Carneiro

Região Sudeste

“O grupo de leitura possibilitou o encontro de mães e crianças do conjunto das 16 favelas da Maré, criamos e fortalecemos uma coletiva de mulheres e crianças chamada Baobás, estamos tecendo nossas redes de apoio e proteção, valorizamos os fundamentos de solidariedade comunitária, trocando estratégias de enfrentamento à violência de gênero nos nossos territórios e de incidência materna por direitos. Nossas rodas são feitas a partir de uma perspectiva materna, antirracista, territorial, diversa, de valorização da memória e de defesa de direitos. E nossa aposta é que mães leitoras formam gerações leitoras. Acreditamos que tudo isso fortalece nossa comunidade.”

Angelica Lopes

Salas de leitura – Primeiro Ciclo

Objetivos das salas de leitura:

  • colaborar para a difusão do conhecimento crítico, do pensamento negro;
  • colaborar para a formação de espaços e pessoas que multipliquem os conhecimentos adquiridos no curso online “Ler o Brasil”;
  • fortalecer as comunidades e os movimentos negros locais.

Em outubro de 2023, a Casa Sueli Carneiro lançou o primeiro edital de apoio à estruturação de cinco salas de leituras. O objetivo deste edital é apoiar projetos de espaços de leitura derivados dos dos grupos de leitura e estimular a consolidação de espaços voltados para a leitura nas 5 regiões do Brasil.

O edital contemplou cinco projetos, um de cada região do país, com o apoio total de R$ 10 mil para cada um, sendo R$ 5.000 foram destinados ao pagamento de bolsas para mediadoras e mediadores de leitura, durante seis meses; e R$ 5.000 para a compra de materiais que garantam a infraestrutura das salas de leitura.

Recebemos um total de 32 inscrições, e o resultado foi divulgado no nosso site no dia 10 de novembro de 2023.

Além do apoio financeiro, a Casa Sueli Carneiro ofereceu aos selecionados uma formação com três frentes: sustentabilidade das salas de leitura, preservação cuidados e organização de acervos bibliográficos e formação política.

“Espero que esses espaços possam aproveitar e continuar com o propósito de espalhar os saberes, os conhecimentos pelas comunidades e que a semente plantada prolifere e gere bons frutos para as próximas gerações”.

Danilo Machado, coordenador administrativo financeiro da Casa Sueli Carneiro, responsável pela compra e distribuição de todos os livros, além dos trâmites burocráticos de cada um dos editais.

Ao longo de 2024 compartilharemos aqui nesta página, mais informações registros das salas de leitura contempladas no edital.